Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.

Advogada Filipa Esperança

Áreas de Actuação

  • Administrativo Geral, Contratação Pública, Contencioso e Arbitragem
  • Ordenamento do Território e Planeamento
  • Imobiliário, Reabilitação Urbana e Urbanismo
  • Turismo

Idiomas

  • Inglês
  • Português

Formação Académica

  • Licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (1999).
  • Pós-graduada em Direito da Comunicação pela Faculdade de Direito de Coimbra, Instituto Jurídico da Comunicação (2000).
  • Pós-graduada em Direito do Ordenamento do Território, Urbanismo e Ambiente, pela Faculdade de Direito de Coimbra, CEDOUA – Centro de Estudos de Direito do Ordenamento, Urbanismo e Ambiente (2003).
  • Pós-Graduada em Direito das Autarquias Locais, pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, Instituto de Ciências Jurídico-Políticas (2006).

Experiência Profissional

  • Integra a Abalada Matos, Moraes Cardoso e Associados, Sociedade de Advogados, RL, desde 2019.
  • Associada na GSMLAW, Sociedade de Advogados, RL (2018), com funções especialmente vocacionadas para o desenvolvimento da prática em assuntos de Direito Público.
  • Associada na Miranda Correia Amendoeira & Associados (2008-2015) e na Miranda & Associados (2015-2018), tendo exercido a sua atividade sobretudo na área do direito público administrativo, ordenamento do território e urbanismo, ambiente, imobiliário e contencioso administrativo (2008-2017).
  • Consultora Jurídica na Câmara Municipal de Setúbal na área do Urbanismo (2002-2008).
  • Assinou vários artigos de opinião e comentários em jornais nacionais e revistas jurídicas sobre questões de Direito Público e ministrou ações de formação nos domínios do ordenamento do território e urbanismo.
  • Inscrita como Advogada na Ordem dos Advogados desde 2002.

Publicações

  • Direito Administrativo de Angola (coletânea de legislação) - Plural Editores (2014);
  • Direito do Ambiente de Angola (coletânea de legislação), com compliance plan em matéria ambiental - Plural Editores (2015).